sábado, 11 de maio de 2013

Vídeo apresentação do Blog - Empreendedorismo e Gestão

Vídeo apresentação do nosso blog:


video

Nossos contatos:

Facebook: https://www.facebook.com/pages/Empreegest%C3%A3o/383129478471691

Twitter: https://twitter.com/EmpreeGestao

Nossa Marca

Oi, sabemos da importância de uma marca forte e reconhecida. Inicialmente estamos com essa singela marca:


Em breve estaremos melhorando ... Essa é uma iniciativa para sabermos a possível audiência para o conteúdo desse blog. Espero que vocês gostem !
Pretendemos postar artigos de qualidade e relevância tanto para sua carreira profissional ou empresarial quanto para a correria do dia a dia.

Passar bem !!

A era em que vivemos – tendências mundiais

Oi pessoal, venho discutir hoje algo muito importante que poucos se dão conta, que é trabalhar conscientes e atuantes nas novas tendências mundiais – pelo menos tendências da maioria dos países J. Estamos vivendo em uma era muito especial e diferente de qualquer outra. Estou me referindo à era da comunicação, informação da troca de experiências e conhecimentos no ambiente virtual. Em outras palavras, estamos vivendo a era do compartilhamento virtual de experiências de vida. Nosso cérebro é tão incrível que podemos experimentar a partir da imaginação, é ai que a internet ganha valor estimulando nossa imaginação. Quando falo em experiência de vida estou me referindo aos novos hábitos, consumos, desejos, vontades, necessidades, dentre outros, que convergem em praticamente um único canal de compartilhamento que é a internet. 

Esse novo ambiente, dentre outras coisas, muda a maneira de como pensamos e consequentemente como nos comportamos frente aos inúmeros estímulos que o mundo nos proporciona.
Existem algumas tendências que estamos vivendo e algumas delas valem a penas serem lembradas e trabalhadas:

1º Era da comunicação instantânea;
2º Nova sociedade de serviços;
3º Mudança do grande para o pequeno;
4º A nova era do lazer;
5º Trabalhos não presenciais;
6º Mulheres na liderança;
7º Nacionalismo cultural;
8º Ascensão das classes mais pobres;
9º Envelhecimento da população;
10º Empreendedorismo corporativo;
11º Nova onda de “faça-o você mesmo”.

Nas futuras postagens iremos discutir um pouco da importância de cada um desses pontos nas estratégias de gestão empresarial e na tomada de decisão nas nossas próprias carreiras profissionais. Investir tempo e dinheiro para algumas dessas tendências é uma das melhores maneiras para manter a competitividade e atuar nesse novo mercado altamente dinâmico e globalizado que é a internet (J olha ai a internet sendo vista como mercado !!).

Passar bem e até a próxima !!

Nós aprendemos aquilo que vivemos e compartilhamos


Algumas vezes infelizmente e muitas vezes felizmente nós aprendemos aquilo que vivemos e compartilhamos. Algumas vezes infelizmente, porque nem todas as pessoas possuem as mesmas oportunidades e são instruídas e educadas da maneira devida, portanto são levadas a viver de modo sub-humano sem as condições mínimas para um bom desenvolvimento e crescimento. No mundo atual ainda existe muita desigualdade e injustiça. Por outro lado digo felizmente, porque acredito que o ser humano em sua essência é bom e, salve lá alguns desvios de conduta, somos considerados seres racionais e estamos buscando sempre o melhor para nós e as pessoas que amamos. 

Hoje já temos plena consciência que trabalhar em cima do coletivo, da colaboração e do compartilhamento são excelentes maneiras de fazer “coisas boas” para nós mesmos. Portanto pensar, presenciar, compartilhar, promover bons momentos nos faz feliz e nos direciona para uma caminhada de vida melhor. Hoje vou mostrar um texto modificado por mim, mas seguindo as ideias de Dorothy Law Nolte que foi um escritor norte americano e consultor familiar.

O título que eu dei para esse texto foi o seguinte (nesse caso vale repetir o título do post):

Nós aprendemos aquilo que vivemos e compartilhamos.

Se vivemos e compartilhamos criticas aprendemos a condenar;
Se vivemos e compartilhamos hostilidade, aprendemos a lutar;
Se vivemos e compartilhamos o ridículo, aprendemos a timidez;
Se vivemos e compartilhamos a humilhação, aprendemos a culpa;
Se vivemos e compartilhamos a tolerância, aprendemos a paciência;
Se vivemos e compartilhamos estímulos, aprendemos a confiar;
Se vivemos e compartilhamos elogios, aprendemos a valorizar;
Se vivemos e compartilhamos probidade, aprendemos justiça;
Se vivemos e compartilhamos segurança, aprendemos a ter fé;
Se vivemos e compartilhamos aprovação, aprendemos a gostar de nos mesmos;
Se vivemos e compartilhamos aceitação e amizade, aprendemos a descobrir amor no mundo.

Vale muito a pena dar uma boa reflexão sobre esse texto.

Espero que tenham gostado do texto. Um bom final de semana a todos e até a próxima.
Rafael 

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Suas ondas cerebrais


É sempre bom sabermos mais informações sobre a máquina mais fascinante que existe no mundo, que é o nosso cérebro. E assim ir caminhando em busca do autoconhecimento. Nessa postagem irei tratar da frequência de funcionamento do nosso cérebro em algumas situações.

Os pesquisadores afirmam que nossa mente trabalha com pelo menos 4 tipos de onda e consequentemente 4 frequências. Os 4 tipos de ondas cerebrais são: 1- Beta; 2-Alfa; 3-Teta; 4- Delta. 


As ondas do tipo 1-Beta são aquelas quando você está bem acordado – nesse caso a mente opera entre 13 a 25 ciclos por segundo.

O estado ideal para se conseguir mais atenção e melhorar a aprendizagem, nesse caso chamado de estado de vigília relaxada, corresponde quando a mente trabalho numa frequência de oito ciclos por segundo ou no tipo 2-Alfa.

As ondas 3.Teta estão presentes no estado das primeiras fases do sono e possui frequência de quatro a sete ciclos por segundo. Nessa frequência, a mente esta processando as informações obtidas durante o dia.

O tamanho 4-Delta corresponde a uma frequência de meio a três ciclos por segundo e está relacionada ao sono profundo.

Entender um pouco sobre como funciona o processamento de informações no nosso cérebro é importante para podermos criar estados ou situações que propiciem a nossa mente a trabalhar de uma forma menos cansativa e mais produtiva, ou seja, mais eficiente e mais eficaz. Por exemplo, podemos conseguir o estado correspondente ao comprimento de onda Alfa que favorece a aprendizagem e a tomada de decisão uma vez que nos encontramos mais relaxados e concentrados.

Em futuras postagens irei colocar algumas maneiras para ajudar a mente a trabalhar no estado de frequência Alfa.

Até o próximo artigo.

Vídeo interessante mostrando algumas das principais características de um empreendedor !!